Queiroga pode recuperar credibilidade do Ministério da Saúde, diz deputado

Deputado que chegou a ser cotado para o cargo lista dificuldades no combate à pandemia

Da CNN, em São Paulo
17 de março de 2021 às 02:18

Um dos cotados para assumir o ministério da Saúde antes do anúncio de Marcelo Queiroga como novo ministro, o deputado federal Doutor Luizinho (PP-RJ) acredita que o colega de profissão pode recuperar a credibilidade do ministério, abalada pela forma que vem combatendo à pandemia. 

"Vivemos o momento mais grave da pandemia: superlotação em leitos, dificuldade de integração entre governo federal, estaduais e municipais, discussão política. Hoje o ministério da Saúde vem sendo questionado diariamente. Pode ser que com chegada do Queiroga tenhamos uma nova condição que possa retomar a credibilidade do Ministério", avalia.

Ele cita alguns problemas que ajudam o Brasil a bater cada dia seu recorde de mortos por Covid-19.

"Continuamos com os erros do ano passado: não há restrição de movimentação entre os estados, não há controle de temperatura nos aeroportos nem de acesso para quem vem de área com maior circulação viral fazer alguma quarentena domiciliar. Precisamos de outras medidas, ninguém pode ficar sentado esperando a vacina".

O deputado federal Doutor Luizinho (PP-RJ) (16.mar.2021)
Foto: Reprodução/CNN

Entre os entraves do ministério nas gestões anteriores, Luizinho aponta a dificuldade de garantir as doses de vacina e de comunicação sobre o Plano Nacional de Imunização, além do fornecimento de respiradores e de equipamentos de proteção individual.

"Tudo isso criou um ambiente de dificuldade. Precisamos retomar isso e temos condições com o doutor Queiroga. Não adianta buscar culpados, a história vai julgá-los. Nós precisamos estar unidos para buscar o caminho perto. Vivemos com o risco de ficarmos isolados do mundo e ser celeiro de variantes", afirma.  

 

(Publicado por Sinara Peixoto)