Garcia: Para muitas pessoas é fácil ficar em casa, para outras é impossível

O jornalista avaliou, no quadro Liberdade de Opinião desta sexta (19), a ação do presidente Bolsonaro contra as medidas adotadas por governadores

Da CNN, em São Paulo
19 de março de 2021 às 11:29 | Atualizado 19 de março de 2021 às 11:29

A Advocacia-Geral da União apresentou uma ação direta de inconstitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra decretos estaduais de três governadores (do Rio Grande do Sul, da Bahia e do Distrito Federal) que adotaram medidas restritivas.

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (19), Alexandre Garcia avaliou a ação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra as medidas adotadas pelos governadores.

“Para muita gente é fácil ficar em casa, para outras pessoas é impossível, porque os filhos estão pedindo comida", afirmou.

“E se atentar contra o exercício dos direitos políticos, sociais e individuais. Isso é crime para o presidente da República. Por analogia, deve ser crime se for praticado por alguém de outro poder. Eu acho que é isso que deve estar nessa petição à Justiça. O Supremo teve boas intenções em 15 de abril do ano passado ao deixar bem claro que os governadores e os prefeitos estão mais próximos. Mas os prefeitos estão se queixando. O prefeito de Aparecida (SP) está se queixando que perdeu autonomia sobre o município porque o governo que manda no governo de Aparecida.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN (19.mar.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.