Paulo Azi é eleito presidente do Conselho de Ética da Câmara

O deputado Hiran Gonçalves (PP-PR) foi eleito primeiro vice e Carlos Sampaio (PSDB-SP), segundo vice, todos com o mesmo placar

Camila Turtelli, do Estadão Conteúdo
08 de abril de 2021 às 17:55 | Atualizado 08 de abril de 2021 às 18:37
Deputado Paulo Azi (DEM-BA)
Deputado Paulo Azi (DEM-BA) assumirá o comando do Conselho de Ética da Câmara para os próximos dois anos
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O novo comando do Conselho de Ética da Câmara para os próximos dois anos foi eleito nesta quinta-feira (8). O deputado Paulo Azi (DEM-BA), ex-vice-líder do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) na Casa, foi escolhido para presidir os trabalhos no lugar do colega, Juscelino Filho (DEM-MA). 

O deputado Hiran Gonçalves (PP-PR) foi eleito primeiro vice e Carlos Sampaio (PSDB-SP), segundo vice, todos com o mesmo placar.

Com a eleição de hoje, Azi herda a responsabilidade de conduzir dois casos de grande repercussão nacional em tramitação no colegiado, o da deputada Flordelis (PSD-RJ), acusada de matar o marido, e de Daniel Silveira (PSL-RJ), em prisão domiciliar, por ataques aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

"Zelar pela boa imagem desse poder, oferecendo sempre àqueles que têm representação nesse conselho, assegurando o direito à ampla defesa, mas sempre procurando dar uma satisfação à sociedade brasileira", disse Azi sobre a função do Conselho ao assumir a presidência.