Após cortes, Salles diz que governo vai recompor orçamento do Meio Ambiente

Ministro do Meio Ambiente fez anúncio após Orçamento não contemplar verbas previstas para a atuação da pasta

Da CNN, em São Paulo
23 de abril de 2021 às 23:43 | Atualizado 23 de abril de 2021 às 23:45

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou em sua conta oficial no Twitter que foi formalizada a recomposição do Orçamento para a pasta que comanda. Ele anexou o ofício encaminhado ao Ministério da Economia à postagem. 

"Formalizamos a recomposição do Orçamento e a duplicação da verba da fiscalização conforme determinação do presidente Jair Bolsonaro. E já de acordo com nosso PG, como é chamado o ministro da economia Paulo Guedes", escreveu.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou um corte de cerca de 10% nas ações para fiscalização e desmatamento. Agora o ministro pede a recomposição e quer dobrar o valor, chegando a R$ 270 milhões, como prometeu o presidente na Cúpula de Líderes sobre o Clima. 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, falou com jornalistas após o discurso do presidente Jair Bolsonaro na Cúpula de Líderes sobre o Clima
Foto: Reprodução/CNN Brasil (22.abr.2021)

Para a analista de Economia da CNN Raquel Landim, não será uma missão fácil para Paulo Guedes. Parece pouco dinheiro, dado o tamanho do Orçamento, mas, se fosse simples, a sanção sem a previsão desses recursos para o Ministério do Meio Ambiente não teria acontecido.

Publicado por Guilherme Venaglia