Aliados de Covas apostam em continuidade, mas ficam alertas para mudanças em SP

Avaliação é de que, com o tempo, o MDB, partido do novo prefeito de São Paulo, pedirá mais espaço de atuação política

Da CNN, em São Paulo
17 de maio de 2021 às 18:03 | Atualizado 17 de maio de 2021 às 18:03

No primeiro pronunciamento depois de assumir a prefeitura de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB) afirmou que sua gestão “é uma continuidade” do legado de Bruno Covas (PSDB), morto no domingo (16) em decorrência de um câncer. Aliados do tucano entenderam a fala como adequada, pois ainda não seria possível, num momento de forte comoção, tentar alterar de forma drástica a condução do governo iniciado por Covas. As informações são da âncora da CNN Daniela Lima.

Por isso, nenhuma mudança é esperada de forma imediata, mas é entendido que ocorrerá e de forma natural, inclusive pela cobrança de espaço pelo partido do novo prefeito da capital paulista, o MDB.

Para as próximas semanas, haverá uma agenda inicial positiva, com inaugurações que estavam esperando Covas sair do hospital para serem feitas e, agora, terão Ricardo Nunes como anfitrião. A avaliação é de que, nesse momento, haverá estabilidade na prefeitura de São Paulo.

Ricardo Nunes (MDB), prefeito de São Paulo
Foto: Jhony Inácio - 15.abr.2021/Futura Press/Estadão Conteúdo