Rezende: Habeas corpus na CPI da Pandemia não significa ficar em silêncio total

No quadro Liberdade de Opinião desta terça (18), o jornalista comentou o pedido de habeas corpus da secretária do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro

Da CNN, em São Paulo
18 de maio de 2021 às 09:36

No quadro Liberdade de Opinião desta terça-feira (18), Sidney Rezende comentou o pedido de habeas corpus da secretária do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, para ficar em silêncio na CPI da Pandemia. O relator do habeas corpus será o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O depoimento de Mayra Pinheiro está marcado para quinta-feira (20).

“Ela não pode reunir provas contra ela se entender que alguma pergunta a conduz nesse sentido. Isso não significa silêncio na sessão inteira e que ela não vai responder nenhuma pergunta. Ela não pode reunir provas contra si, mas ela tem o dever de esclarecer o que ela tenha a visto e que possa acrescentar o trabalho da CPI para fazer um relatório, esperamos, isento, mais adiante.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (18.mai.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.