Waack: CPI precisa apontar responsáveis por tragédia da pandemia

Nos últimos dias, tem surgido a impressão de que está sobrando discurso para viralizar nas redes sociais e faltando perguntas sérias na comissão

Da CNN, em São Paulo
24 de maio de 2021 às 10:51 | Atualizado 24 de maio de 2021 às 10:54

No quadro CNN Poder desta segunda-feira (24), na CNN Rádio, William Waack fala sobre a quarta semana de depoimentos na CPI da Pandemia e analisa um questionamento que tem surgido nos últimos dias: está sobrando discurso e faltando perguntas sérias na CPI? 

“Se imagina que os parlamentares estejam dedicados a confrontar [os convocados] com decisões e a trazer documentos, mas temos visto muitos preocupados em criar aquele videozinho que, depois, vão distribuir nas redes deles de WhatsApp”, afirmou Waack.

Ele lembrou que esse é um comportamento legítimo, mas ressaltou que os senadores vão ser cobrados pelo que produzirem durante os três meses de duração dos trabalhos da comissão – prorrogáveis por igual período.

“Se a CPI existe para dizer quem foi responsável pela tragédia que foi esse combate à pandemia, em si uma tragédia, esses parlamentares precisam prestar atenção e produzir resultados”, afirmou.

Waack destacou também o diferencial, o fato inédito, desta CPI em relação às anteriores conduzidas no país.

“É a primeira vez que uma CPI caminha em cima de um fato que está em andamento, a pandemia. Isto tem uma vantagem: tudo que o governo federal está ouvido lá já levou a várias correções de rumo.”