Omar Aziz diz que CPI vai votar convocação de governadores e prefeitos

Presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM) menciona convocar nove governadores e 12 prefeitos

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
24 de maio de 2021 às 23:59 | Atualizado 25 de maio de 2021 às 00:31

 

O senador Omar Aziz (PSD-AM) afirmou, nesta segunda-feira (24), que a Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia irá votar pela convocação de governadores e prefeitos. Aziz, que é presidente da CPI que investiga ações do governo durante a pandemia de Covid-19 no Brasil, afirmou que ao menos nove governadores e 12 prefeitos e ex-prefeitos deverão ser convocados a prestarem depoimentos. 

"Terminamos reunião agora e vamos votar, na quarta, requerimentos para a convocação de pelo menos 9 governadores e 12 prefeitos e ex-prefeitos - Estados e capitais onde a PF investiga suspeitas de desvio de recursos de combate a COVID", afirmou o senador por meio de uma publicação no Twitter.

Em entrevista à CNN neste domingo (23), o vice-presidente da CPI da Pandemia, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que chegou a hora de convocar alguns governadores para prestarem depoimento, citando Wilson Lima (PSC), do Amazonas, Wilson Witzel (PSC), ex-governador do Rio de Janeiro, e Cláudio Castro (PSC), atual governador do estado.

Nesta segunda-feira, após reunião entre integrantes do G7, grupo que reúne senadores independentes e de oposição na CPI da Pandemia, Randolfe Rodrigues também manifestou-se sobre a convocação. 

"ATENÇÃO! Na quarta-feira (26), votaremos na CPI da Pandemia a convocação de Governadores e Ex-Prefeitos de Capitais onde ocorreram operações da Polícia Federal investigando a utilização irregular de recursos destinados ao combate à pandemia", escreveu Randolfe.

Presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM)
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado