CPI da Pandemia busca nesta terça elo do governo federal com crise do Amazonas

Ações do Ministério da Saúde na gestão Eduardo Pazuello serão o principal foco das perguntas ao secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campelo, nesta terça

Caio Junqueira
Por Caio Junqueira, CNN  
14 de junho de 2021 às 21:52 | Atualizado 14 de junho de 2021 às 23:33

 

As ações do Ministério da Saúde na gestão Eduardo Pazuello serão o principal foco das perguntas ao secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campelo, a serem efetuadas pelo G7 - grupo de senadores de oposição e independentes que comanda a CPI da Pandemia. O depoimento ocorre nesta terça-feira (15).

Os senadores do grupo vão questionar, por exemplo, se foi solicitado ajuda ao ministério, quando foi feita a solicitação e quando foi enviada. Querem saber o prazo entre o pedido de ajuda e a sua efetivação.

Também irão pedir para serem nominados os contatos feitos pelo estado com Brasília, especialmente em dezembro de 2020 e janeiro de 2021, auge da crise do oxigênio.

A recomendação do tratamento precoce é outro tópico que será abordado. Os senadores questionarão se o Ministério da Saúde fomentou ou sugeriu esse tratamento e se houve a sugestão para que o aplicativo TrateCov fosse utilizado.

Também haverá questionamentos sobre o papel do Ministério das Relações exteriores na crise.

O grupo quer esclarecer também o debate junto ao governo federal sobre a necessidade de intervenção federal no estado.

As ações do Ministério da Saúde na gestão Eduardo Pazuello serão o principal foco desta terça-feira
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado