Ministro Rogério Marinho tem alta após realizar angioplastia de emergência

Ministro do Desenvolvimento Regional passou por procedimento cujo objetivo é desobstruir as artérias coronárias

Tamires Vitorio e Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo
17 de julho de 2021 às 10:35 | Atualizado 17 de julho de 2021 às 17:49

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, teve alta hospitalar no fim da tarde deste sábado (17) após realizar uma angioplastia de emergência - procedimento que desobstrui artérias do coração. 

Em publicação nas redes sociais, Marinho agradeceu as mensagens de solidariedade e afirmou que deve voltar ao trabalho na próxima sexta-feira.

O ministro procurou um hospital após passar mal em uma viagem de férias com a família. Mais cedo, Marinho havia publicado que estava bem e já aguardava a alta hospitalar ainda para este domingo. 

Segundo a assessoria de imprensa ministro, ele foi diagnosticado com uma obstrução arterial e teve de fazer uma angioplastia — tratamento não cirúrgico cujo objetivo é desobstruir as artérias coronárias com a ajuda de um cateter balão, ou stents, para aumentar o fluxo do sangue para o coração.

"O ministro Rogério Marinho teve um mal-estar na noite passada, quando se deslocava para Porto Seguro (BA), onde passa férias com a família. Submetido a exames, foi diagnosticada uma obstrução arterial. Ainda durante a madrugada, o ministro passou por uma angioplastia para a colocação de um stent. Ele passa bem e deve receber alta nas próximas horas", informou a nota.

Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional
Foto: CNN (14.ago.2020)