Molica: Vídeo de Pazuello revela falta de logística para compra de vacinas

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista Fernando Molica repercutiu vídeo do ex-ministro da Saúde negociado imunizantes com empresários

Da CNN, em São Paulo
19 de julho de 2021 às 09:52

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (19), o jornalista Fernando Molica falou sobre o vídeo em que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello aparece ao lado de vendedores de vacinas negociadas mais caras do que as oferecidas no mercado.

As imagens colocam em dúvida a afirmação de Pazuello à CPI da Pandemia de que não participou de reuniões com empresários para compra de imunizantes contra a Covid-19. Em nota, o ex-ministro disse que foi à sala onde ocorria o encontro "unicamente para cumprimentar os representantes da empresa".

"Chegar a um ministro de Estado não é fácil. Até mesmo na CPI, se via senadores dizendo da dificuldade que eles têm para falar com o ministro da Saúde. Não é simples", avaliou Molica. "Nessa nota que o ex-ministro Pazuello divulgou, ele diz que depois verificou que o grupo não era idôneo, não tinha produtos pra vender. Mas como que chegou lá [no ministério]?"

"Aí vem aquela outra versão de que o Pazuello só passou para dar alô, a reunião era com o secretário-executivo do Ministério da Saúde. Quando a gente soma esse episódio àquele outro que tem um pastor, um cabo da PM e dois oficiais da reserva vendendo vacinas, tudo isso é muito confuso, muito delicado. A impressão é que falta o mínimo de seriedade e logística, que, em tese, era a especialidade do ex-ministro Pazuello", completou o jornalista.

"O mais grave é que Pazuello disse, na CPI, que não participava de negociações diretas com empresários, que isso não era função dele -- mas ele foi flagrado negociando, nem flagrado é porque as pessoas estão olhando pra câmera, foi uma gravação de fechamento de negócios. O presidente defende Pazuello, mas é uma história que precisa ser explicada de maneira um pouco mais convincente", concluiu Molica.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Fernando Molica no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (19.jul.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.