EUA têm 6ª morte de vítimas do novo coronavírus


Da CNN Brasil, em São Paulo
03 de Março de 2020 às 10:32 | Atualizado 03 de Março de 2020 às 19:47
Centro de cuidados médicos Life Care, em Seattle

Dentre as 6 vítimas do novo coronavírus nos EUA, 4 moravam no centro de cuidados médicos Life Care, na cidade de Kirkland

Crédito: Life Care Center / Divulgação

Autoridades de Washington, EUA, já registram seis mortes em decorrência do novo coronavírus no estado. O país lida com mais de 100 casos confirmados da doença no país. Entre as vítimas, quatro moravam em um centro de cuidados médicos chamado Life Care, na cidade de Kirkland, informou o diretor do departamento de saúde local, Jeffrey Duchin, em entrevista concedida na segunda-feira (2). 

Há outros quatro casos do COVID-19 ligados a esse centro de saúde. Segundo comunicado oficial, ao menos dois deles - um homem e uma mulher com cerca de 70 anos - já estavam com a saúde debilitada.

“Os moradores e funcionários atuais continuam sendo monitorados de perto, especialmente para aumento de temperatura, tosse e/ou dificuldade de respiração”, afirmaram as autoridades em uma nota divulgada no site do Life Care. “Qualquer morador que apresente esses sintomas está sendo colocado em isolamento. Os funcionários são examinados antes de entrar e depois de sair do local”, garante o comunicado.

Até o momento, todas as mortes causadas pelo novo coronavírus nos EUA foram registradas em Washington. Um recente aumento nos casos levou o país a determinar novas restrições para viajantes, fechar escolas e emitir declarações de emergência. 

102 casos nos EUA

As duas primeiras mortes no território americano pelo novo coronavírus foram reportadas no último fim de semana. Ainda há 102 casos da doença no país, de acordo com autoridades federais e estaduais, incluindo 45 passageiros do navio de cruzeiro Diamond Princess, local de um surto recente no Japão. Outros três americanos repatriados de Wuhan, na China (epicentro do surto), 17 pessoas que acreditam ter contraído o vírus durante viagens, e 37 que tiveram contato com cidadãos doentes nos EUA (incluindo algumas pessoas que não sabem como contraíram a doença) estão entre os pacientes que tiveram resultados positivos para a doença.

“Como vocês sabem, vimos mais mortes hoje. Enviamos nossas condolências às famílias”, disse Alex Azar, secretário do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, durante uma reunião com empresas farmacêuticas, na segunda-feira, 2, para discutir o desenvolvimento de uma vacina para o novo coronavírus.

“Nossa prioridade agora é diminuir a disseminação desse perigoso vírus”, ressaltou o governador de Washington, Jay Inslee. 

Até o momento, 12 estados americanos registraram casos de COVID-19: Arizona, Califórnia, Flórida, Geórgia, Illinois, Massachusetts, Oregon, Rhode Island, Nova York, Oregon, Washington e Wisconsin.