Banco Mundial anuncia ajuda de US$ 12 bilhões a países afetados pelo coronavírus


CNN Brasil, de São Paulo
04 de março de 2020 às 10:10
Enfermeiro atende casal em hospital em Brescia, na Itália

Enfermeiro conversa com casal em ponto de checagem médica em hospital em Brescia, na Itália

Crédito: Flavio Lo Scalzo/Reuters (03.03.2020)

O Banco Mundial anunciou na última terça-feira (3) um fundo de contingência de US$ 12 bilhões (cerca de R$ 54 bilhões) para que os países mais afetados pelo novo coronavírus possam tomar medidas para fazer frente à epidemia. A distribuição dos valores seguirá ordem de prioridade quanto às nações mais pobres.

Além disso, a instituição financeira vai dar atenção aos países de alto risco com pouca capacidade de lidar com a epidemia, que já deixou mais de 90 mil infectados em todo o mundo e mais de 3 mil mortos.

Entre os países europeus, a Itália concentra o maior número de casos. Mais de 2.500 pessoas foram infectadas e 79 morreram. De acordo com a correspondente da CNN em Londres, Flávia Duarte, o governo italiano divulgou nesta quarta-feira (4) uma série de orientações preventivas, como a suspensão do cumprimento com beijos, abraços e aperto de mãos, além da orientação de que as pessoas mantenham a distância de pelo menos um metro em locais públicos e se auto isolarem em caso de sintomas. Os idosos com mais 75 anos também foram aconselhados a ficar em casa por precaução.

Já no Reino Unido, o número de casos confirmados subiu para 53. Em comunicado, o governo britânico orientou hospitais e clínicas para que se preparem para um possível aumento de casos nos próximos dias.