USP confirma 1° caso de coronavírus e curso suspende aulas


Da CNN Brasil, em São Paulo*
11 de março de 2020 às 16:52 | Atualizado 11 de março de 2020 às 20:02
USP

Foto interna da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP

Foto: Marcos Santos - 6.dez.2016/USP Imagens

A USP (Universidade de São Paulo) confirmou nesta quarta-feira (11) o primeiro caso do novo coronavírus na instituição. Trata-se de um estudante do curso de Geografia, que teve todas as suas atividades suspensas no dia de hoje. Ele possui uma companheira que viajou recentemente à Itália e não é ligada a universidade

“Em virtude de confirmação de um caso de coronavírus no Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, o Conselho Departamental decidiu suspender todas as atividades no dia de hoje, 11/03/2020, 4ª feira, e pede que aguardemos os devidos encaminhamentos da Universidade”, afirmou o departamento de Geografia em e-mail enviado aos alunos.

Diante do caso, a reitoria da USP decidiu criar um comitê com o objetivo de "acompanhar permanentemente a evolução da presença do vírus entre alunos, professores e servidores técnicos e administrativos da universidade".

Segundo a Universidade, todas as atividades didáticas e administrativas serão mantidas. A unidade de vigilância em saúde do Butantã faz o acompanhamento das pessoas que tiveram contato mais próximo com o estudante. Até o momento, segundo a USP, nenhuma delas apresentou sintomas da doença até o momento. 

A FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas), divisão da USP a qual pertence o curso, informou que está levantando o histórico de circulação do estudante pelo campus. "Havendo qualquer alteração desse quadro e, amparados pelos profissionais de saúde competentes, toda a comunidade da nossa Faculdade será informada imediatamente", escreve a direção da instituição, que pede que estudem evitem o alarmismo e a disseminação de boatos. 

Cerca de 105 mil pessoas frequentam diariamente a universidade, entre alunos, professores e funcionários. Apenas as aulas do Departamento de Geografia foram suspensas nesta quarta, mas a faculdade se reuniu com a Reitoria e com a Superintendência de Saúde para avaliar se a suspensão de atividades deve ser ampliada para os demais cursos e áreas da universidade. 

*Com Estadão Conteúdo