Site para ajudar quem não pode sair de casa reúne quase 2 mil voluntários


Bruna Ostermann Da CNN, em Porto Alegre
24 de março de 2020 às 18:32 | Atualizado 25 de março de 2020 às 16:54

Em uma semana no ar, a plataforma Ajuda Coronavírus já reuniu quase dois mil voluntários, de 25 unidades da federação, para ajudar pessoas do grupo de risco de contágio. Através do CEP, a plataforma conecta pessoas próximas.

Criada pelo gaúcho Pedro Viana e amplamente divulgada no estado natal, a plataforma teve maior adesão no Rio Grande do Sul, seguido por São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Santa Catarina. Até agora, cerca de 300 pedidos já foram atendidos.

O site oferece a possibilidade do usuário solicitar ajuda para aquisição de remédios, alimentos e produtos de limpeza. Uma nova funcionalidade foi incluída nesta segunda-feira: passeio com pets.

Segundo Viana, a grande adesão de idosos surpreendeu, “seja aquele senhor, ou aquela senhora, que já domina smartphone ou computador, mas também aquele idoso que não mexe com tecnologia e foi atrás de netos, filhos, pessoas que dominam a tecnologia, para ajudar a usar a plataforma."