Rondônia registra primeira morte por COVID-19 no estado

Vítima foi uma mulher de 66 anos. Estado registra oito casos confirmados até o momento

Luciene Kaxinawá Da CNN, em Manaus
31 de março de 2020 às 16:07 | Atualizado 31 de março de 2020 às 19:34

O estado de Rondônia teve a primeira morte confirmada pelo novo coronavírus na segunda-feira (30). A vítima era uma mulher de 66 anos, que apresentava sintomas como tosse, febre e dificuldade para respirar.

Esse é o primeiro óbito registrado pela COVID-19 em Rondônia. O estado totaliza oito casos confirmados pela doença até o momento.

A mulher foi internada no Cemetron (Centro de Medicina Tropical), em Porto Velho, no sábado à tarde (28) encaminhada pela UPA (Unidade de Pronto Atendimento) municipal José Adelino, também na capital do estado, com tosse, febre e dispneia (falta de ar). O exame realizado pelo Laboratório Central Estadual confirmou a COVID-19 como causa da morte.

Ontem (30), a Justiça de Rondônia atendeu pedido do Ministério Público estadual decidiu em caráter liminar (temporário) que o estado de Rondônia não pode flexibilizar, por ora, as medidas de restrição e isolamento social impostas por decreto pelo próprio governo.

Segundo o Ministério Público, as restrições devem vigorar até que o estado e seus municípios disponham de kits para exames de detecção da COVID-19, equipamentos de proteção individual e estruturação e coordenação das redes de saúde (de baixa, média e alta complexidade).