Países da Europa anunciam saída gradual do isolamento social

Dinamarca, Noruega, República Tcheca e Áustria sentem redução no número de mortos pela COVID-19

Da CNN, em São Paulo
12 de abril de 2020 às 23:48

Os países europeus que veem as curvas dos casos de COVID-19 em queda começam a colocar em prática medidas de suspensão graduais dos bloqueios por conta da pandemia do novo coronavírus.

Na Áustria, o comércio não essencial volta a funcionar na terça-feira (14).  A condição é que a população continue a usar máscaras e as lojas limitem o número de clientes. Quando o país entrou em confinamento, há cerca de um mês, o número de infecções dobrava a cada três dias. Agora, esse período diminuiu para duas semanas e meia.

Na Dinarmarca, as creches e escolas primárias devem abrir na quarta-feira (15). Caso o número de novas infecções dê algum sinal de crescimento, as restrições serão impostas de novo, promete o governo.

A República Tcheca estendeu o estado de emergência até o fim de abril, mas algumas pequenas lojas já voltaram a funcionar. A Noruega anunciou a reabertura de creches a partir do próximo dia 20 e das escolas primárias na semana seguinte, e pediu que a população continue trabalhando de casa. 

Espanha, França, Itália, Alemanha e Bélgica também estudam a possibilidade de suspender algumas restrições. A PMS alertou que se as medidas forem suspensas rápido demais, há um risco de uma segunda onda devastadora do novo coronavírus no continente.