Com leitos 100% ocupados no Ceará, hospital de campanha passa a funcionar hoje

51 leitos tiveram que ser abertos, em regime emergencial, neste sábado (18)

Da CNN, em São Paulo
18 de abril de 2020 às 13:06

Um novo hospital de campanha, estruturado dentro do Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE), começará a receber neste sábado (18) novos pacientes infectados pela COVID-19. As obras começaram em 23 de março, e a previsão era de que o local ficaria pronto para entrar em funcionamento na segunda-feira (20). No entanto, com o crescente número de pessoas que estão buscando atendimento, leitos em todo o estado já estavam 100% ocupados nas unidades de saúde. Precisou-se, então, abrir a unidade em caráter de urgência.

Ao todo, o Ceará contabiliza 162 mortes, e o número de pessoas que testaram positivo, em relação à COVID-19, chega a quase três mil. 

A secretária municipal de saúde de Fortaleza, Joana Paiva Maciel, ressalta que em virtude da área destinada ao hospital, eles abrirão com 204 leitos, podendo expandir para até 336. Além disso, conseguiram criar condições de segurança para os profissionais de saúde, planejando áreas separas para paramentação e desparamentação. O novo hospital aproveitou a infraestrutura do estádio, com isso, a àrea de desinfecção, por exemplo, foi montada dentro dos vestiários. 

Hoje, passarão a funcionar 51 leitos emergencialmente, sendo que dez destes, têm capacidade de se transformar em leitos de UTI. Estão dependendo apenas da disponibilidade de respiradores, que estão em falta. O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), está tentando trazer da China 700 equipamentos que foram comprados e pagos antecipadamente, mas está enfrentando problemas com o transporte.