Unesp e Embraer fecham parceria para aplicar testes no interior de SP


Roberta Russo Da CNN, em São Paulo
05 de maio de 2020 às 11:03 | Atualizado 05 de maio de 2020 às 11:18

A Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Embraer fecharam parceria para aplicar cerca de 40 mil testes no interior de São Paulo.

Em razão da situação de emergência em saúde pública, o acordo prevê um prazo de até seis meses para a realização dos 40 mil testes. De acordo com o pesquisador João Pessoa Araújo Junior, professor do Instituto de Biociências da Unesp, no campus Botucatu, a parceria com a Embraer vai permitir a automatização da etapa inicial do processamento dos testes moleculares em alguns laboratórios da Unesp, o que deve aumentar a capacidade de prestar esse serviço dentro da universidade. 

“A primeira etapa do teste (dentro do laboratório) é a extração e purificação do RNA viral. Essa é uma das etapas mais demoradas do processo. Os equipamentos que já existem serão utilizados e, além disso, a parceria vai trazer a oportunidade de capacitar laboratórios da Unesp para maior escala com a aquisição de robôs de extração”, diz o docente, que faz parte do Comitê Científico da Unesp e é o responsável pelo Laboratório de virologia e diagnóstico molecular do Instituto de Biotecnologia (IBTEC), no campus de Botucatu.