108 profissionais de enfermagem já morreram por Covid-19, diz Cofen

Conselho liberou levantamento na data em que se celebra o Dia Mundial da Enfermagem; profissionais mais afetados estão em SP e no RJ

Giovanna Bronze da CNN, em São Paulo
12 de maio de 2020 às 18:17 | Atualizado 12 de maio de 2020 às 18:29
Enfermeiros e técnicos de enfermagem se reuniram em protesto, na manhã do dia 1° de maio, sexta-feira, na Praça dos Três Poderes, em Brasília
Foto: Fernanda Ferreira / Facebook Coren-DF


No Dia da Enfermagem, comemorado neste 12 de maio, cerca de 108 profissionais de enfermagem já morreram por Covid-19 e 14.105 estão infectados com o coronavírus. As informações são do painel Observatório da Enfermagem, do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), atualizados nesta terça-feira.

Segundo o painel, os estados com mais profissionais de enfermagem infectados são o Rio de Janeiro (3.068) e São Paulo (3.382). A Secretaria de Saúde de São Paulo informou que registrou, até o momento, 5.571 profissionais de hospitais da rede pública foram afastados por Covid-19 ou por suspeita, sem especificar quantos deles eram casos confirmados ou profissionais específicos de enfermagem.

Leia também:

Quase 9 mil enfermeiros já foram afastados por causa da COVID-19 no Brasil

Enfermeiro curado da COVID-19 recebe surpresa no retorno ao trabalho

A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou que possui, até o momento, 1.080 profissionais de saúde afastados por suspeita ou confirmação de coronavírus.

Em relação às mortes, o painel informa que o estado com maior registro é o Rio de Janeiro, com 29, seguido por São Paulo, com 27.

Até essa data, a Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou a morte de 20 profissionais da rede estadual por coronavirus, enquanto a secretaria do Rio registrou 16 mortes de profissionais de saúde.