Testes rápidos detectaram 26% dos novos casos da Covid-19 em SP em junho


Da CNN
19 de junho de 2020 às 17:55

Um levantamento realizado pela CNN com base em dados do governo de São Paulo apontou que 26% dos novos casos da Covid-19 registrados em junho no estado foram obtidos através de exames sorológicos.

Esses são os testes de anticorpos, que detectam que a doença pode ter acontecido há três meses, o que estaria ajudando a aumentar o número de casos atuais e inflando o momento atual da curva epidemiológica da Covid-19 em São Paulo.

Com isso, o governo estadual está trabalhando para que os laboratórios, hospitais particulares e públicos forneçam dados pessoais -- como nome e CPF -- dos pacientes que tiveram resultado positivo para garantir que a contagem seja precisa e evitar duplicidade na contagem oficial de casos.

Leia também:

Prefeitura de SP inicia testagem domiciliar de Covid-19 em todos os distritos
Covid-19: estudo europeu indica que pessoas com sangue tipo A correm mais riscos
Cidade de SP está perto da abertura de bares, restaurantes e salões de beleza

Nesta sexta-feira (19), foi realizada uma reunião entre secretários do governo estadual e prefeitos do interior para resolver essa questão e estabelecer parâmetros para a notificação das testagens. 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, 250 mil testes do tipo PCR serão enviados para esses municípios a fim de ampliar a identificar os novos casos, que devem ser registrados conforme as novas orientações.

Nesta sexta-feira, o estado de São Paulo registrou 19.030 novos casos, recorde para um único dia. Ao todo, o estado soma 211.658 casos confirmados e 12.232 mortes pela doença causada pelo novo coronavírus.

(Edição: André Rigue)