Campanha de Vacinação contra Gripe termina nesta terça; quem deve se vacinar?

Ministério da Saúde tinha a meta de vacinar 90% do público-alvo da campanha, mas até o dia 22 de junho, 84% dele havia sido vacinado

Jéssica Otoboni, da CNN, em São Paulo
29 de junho de 2020 às 09:30 | Atualizado 29 de junho de 2020 às 11:28
Apesar de não ter eficácia contra o novo coronavírus, a vacina auxilia os médicos e enfermeiras a excluírem o diagnóstico para a doença
Foto: Marcelo Camargo - 30.nov.2019 / Agência Brasil

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina nesta terça-feira (30). O Ministério da Saúde tem a meta de vacinar 90% do público-alvo da campanha. Até o dia 22 de junho, 84% dessas pessoas foram imunizadas.

Quem pode tomar a vacina?

A campanha teve três fases, focadas em grupos prioritários diferentes, mas, nesta reta final, pessoas de todos os grupos podem se vacinar. São eles:

• idosos com 60 anos de idade ou mais
• trabalhadores da área da saúde
• membros das forças de segurança e salvamento
• pessoas com doenças crônicas ou condições clínicas especiais
• caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte público
• trabalhadores portuários
• povos indígenas
• adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade
• funcionários do sistema prisional
• pessoas com deficiência
• professores de escolas públicas e privadas
• crianças com idade entre 6 meses e 6 anos
• grávidas e puérperas (pós-parto até 45 dias)
• pessoas com idade entre 55 e 59 anos

Assista e leia também:

São Paulo entra na última semana da campanha de vacinação contra gripe

Covid-19 em 'temporada da gripe' transformou Norte em foco de pandemia

Vacinação contra gripe tem baixa adesão entre grávidas e crianças

Não faço parte de nenhum grupo prioritário. Posso tomar a vacina também?

Sim, mas deve recorrer à rede privada de saúde. Pessoas fora desses grupos não podem tomar a vacina em postos públicos.

Onde posso me vacinar?

Em qualquer um dos 41 mil postos de saúde do país. 

A vacina da gripe protege contra o novo coronavírus?

Não. Ela protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). Apesar de não imunizar contra a Covid-19, o Ministério da Saúde ressalta a importância de se vacinar para reduzir o número de pessoas com sintomas respiratórios e auxiliar profissionais da saúde a excluírem o diagnóstico para a doença, já que os sintomas são parecidos.