Respeito e distanciamento social: descobertas para um novo normal

As pessoas precisam de espaço para viver suas escolhas, e o isolamento social está nos ensinando muito sobre o que significa, de verdade, a palavra respeito

Rodrigo Maia, da CNN, em São Paulo
13 de julho de 2020 às 18:14
Pessoas conversam e descansam tentando manter o distanciamento social no Central Park, em Nova York
Foto: Eduardo Munoz - 02.mai.2020 / Reuters

Exigimos respeito às famílias que sofrem a perda de parentes e amigos por conta da Covid-19. Pedimos respeito a quem quer trabalhar e a quem quer ficar em casa.

Estudantes, negros, mulheres, LBGTQIA+: todos querem respeito. No dia a dia, pedimos essa palavra desde a hora em que acordamos até o momento de dormir.

A palavra respeito, em português, vem do latim respectus, no sentido de ação de olhar para trás ou de volta, de forma afastada. Em diversas línguas, de origens latinas, germânicas e eslavas, a ideia passada é a mesma: olhar para trás, à distância.

A etimologia do termo traz, portanto, um pressuposto de observação distanciada, ou seja, um olhar em que você deixa o outro agir e apenas o observa, sem interferência.

Respectus vem do verbo spectare, da raiz spec (spek) que significa observar com atenção. E outras palavras também surgem.

Espetáculo (spetaculum): algo que é observado de perto por pessoas.

Espectador (spectator): aquele que observa de perto.

Especular (speculo): olhar com atenção, investigar de forma próxima.

Espelho (speculum): objeto para se observar, normalmente, de perto.

Leia também

Quarentena, isolamento e distanciamento: qual é a diferença?

Distanciamento social pode ser necessário até 2022, diz estudo de Harvard

Perceba que, do ponto de vista da observação, o respeito, dentre as citadas, é a única palavra que tem a ideia de um olhar distanciado para existir. E isso tem muito a nos ensinar.

No cenário atual, estamos vivendo o distanciamento social para respeitar o próximo e não transmitir a ele doença e, também, para não ser infectado. É a materialização do conceito secular de respeito.

O espetáculo midiático em que vivemos, mesmo que de forma virtual, principalmente durante a pandemia, é contraditório em relação à proximidade. Nas redes sociais, a intimidade é exposta sem limites, e o privado se torna público. E isso fere o sentido original da palavra.

A reflexão permanece: sem observação distanciada, não há atitude respeitosa.

Se o mundo pós-pandemia vai nos apresentar um “novo normal”, é preciso viver os próximos capítulos dessa história para entender como isso será na prática.

Porém, as pessoas precisam de espaço para viver suas escolhas, e o isolamento social está nos ensinando muito sobre o que significa, de verdade, a palavra respeito.