Farmacêutica Pfizer quer ampliar o número de voluntários testados no Brasil

Atualmente, a farmacêutica tem autorização para realizar os estudos clínicos em mil voluntários, mas quer dobrar esse número no país

Kenzô Machida, da CNN, em Brasília 
16 de setembro de 2020 às 23:08 | Atualizado 17 de setembro de 2020 às 08:10

A farmacêutica Pfizer, que realiza a fase três de testes de uma vacina contra a Covid-19, solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a ampliação do número de voluntários testados no Brasil. 

Atualmente, a Pfizer tem autorização para realizar os estudos clínicos em mil voluntários, mas a farmacêutica quer dobrar esse número no país.

Leia também:

Vacina contra Covid-19 da Pfizer tem efeitos colaterais leves e moderados

Anvisa autoriza inclusão de mais 5 mil voluntários em testes de vacina da Oxford

Fiocruz avança em cronograma para receber vacinas e tecnologia de Oxford

Apneia do sono pode ser fator de risco para Covid-19, diz estudo

 
Foto: Dado Ruvic - 10.abr.2020 / Reuters

A fase três de estudos clínicos da vacina da Pfizer acontecem em São Paulo e na Bahia. A expectativa de fontes ouvidas pela CNN é que a autorização para que os testes sejam ampliados deva ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) ainda desta semana. 

Procurada, a Pfizer confirmou que a companhia decidiu expandir o número de participantes brasileiros no estudo em mais 1.000 pessoas, totalizando assim 2.000 voluntários participantes graças ao empenho e dedicação dos centros de pesquisas brasileiros.