Covas anuncia 777 mil testes em alunos e professores da rede municipal de SP

'Censo sorológico' foi anunciado pelo prefeito Bruno Covas nesta sexta-feira; coletas de exames começam na quinta-feira (1º/10)

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
25 de setembro de 2020 às 14:51 | Atualizado 25 de setembro de 2020 às 15:51

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (25) a realização de um censo sorológico com todos alunos com mais de 4 anos de idade e profissionais da educação municipal.

Ao todo, serão testadas 777 mil pessoas – 675 mil alunos e 102 mil profissionais da área. “[Faremos] testes sorológicos para verificar a prevalência do coronavírus em todos alunos e profissionais da rede municipal”, disse Covas, em entrevista no Palácio dos Bandeirantes.

O prefeito anunciou que a primeira etapa do censo será iniciada na quinta-feira (1º), com a testagem de 93 mil profissionais com até 60 anos, 45 mil alunos no 9º ano do ensino fundamental, 41 mil alunos do 3º ano do ensino fundamental e 2,4 mil alunos do ensino médio.

“Serão, portanto, nessa primeira fase, 181 mil pessoas testadas dentro das escolas em ação conjunta da secretaria da Saúde e da secretaria da Educação”, completou.

Assista e leia também:

Governo de SP fechará hospital de campanha do Ibirapuera em 30 de setembro

UFRJ desenvolve teste sorológico para Covid-19 que custa menos de R$ 5

SP: Sete em cada dez alunos da rede municipal com Covid-19 são assintomáticos

Covas disse que a secretaria da Saúde começará a publicar, a partir desta sexta, editais para a compra de mais insumos e testes para realizar a segunda etapa do censo sorológico. Ele também prometeu para “assim que for possível”, anúncio de como serão feitos os testes para crianças de 0 a 3 anos.

“A ideia é definir e estabelecer dados que possam orientar a prefeitura, saber quem está imune e orientar o retorno às aulas da forma mais segura possível para os alunos, para os professores, para diretores e para os pais e familiares.”

Amostras de sangue para teste sorológico da Covid-19
Foto: CNN (1.jul.2020)

Em entrevista à CNN, o secretário municipal de Educação, Bruno Caetano, afirmou que o censo sorológico dará segurança para a tomada de decisões da cidade em relação ao retorno das aulas.

“Saberemos exatamente a quantidade de alunos que já foram infectados, quantos profissionais já tem imunidade e poderemos dar prioridade para essas pessoas na volta às aulas, possivelmente, em novembro", disse Caetano.

O secretário não deu uma data para a divulgação do resultado da pesquisa sorológica, mas disse que a previsão é que todas as coletas sejam realizadas no mês de outubro.

(Com informações de Tainá Falcão, da CNN, em São Paulo)