Brasil soma 153,6 mil mortes por Covid-19, casos vão a 5,22 milhões


Da CNN, em São Paulo
17 de outubro de 2020 às 18:43 | Atualizado 17 de outubro de 2020 às 20:44

O Ministério da Saúde registrou neste sábado (17) mais 24.062 casos confirmados de Covid-19 no Brasil e 461 mortes nas últimas 24 horas.

O país soma 5.224.362 infectados e 153.675 mortes decorrentes da doença. Desde o início da pandemia, 4.635.315 pessoas já se recuperaram da doença; outras 435.372 continuam em acompanhamento.

Leia também: 

Mundo bate recorde de casos de Covid-19 pelo 3º dia seguido

Você pode ser infectado com Covid-19 duas vezes? A resposta não é simples

Profissional analisa testes para detecção da Covid-19

O boletim divulgado todos os dias pelo Ministério da Saúde considera os casos registrados por estados e municípios em um período de 24 horas a partir das 16h do dia anterior, independentemente da data da ocorrência.

É normal que, aos finais de semana, os números sejam mais baixos, por conta das equipes reduzidas no laboratórios.

Vacina chinesa

Uma pesquisa encomendada pela CNN Brasil ao Instituto Realtime Big Data mostra que quase metade dos brasileiros afirma que não tomaria uma vacina contra a Covid-19 de origem chinesa. A rejeição é maior que à vacina russa, rejeitada por 38% dos entrevistados.

Uma das vacinas em fase final de testes no Brasil é a da farmacêutica chinesa Sinovac, que recebeu o nome de Coronavac. O imunizante está sendo desenvolvido em parceria com o Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo. 

Tabela Covid-19

Balanço dos casos de coronavírus no Brasil em 17/10/2020

Foto: Ministério da Saúde