Ensaios clínicos devem terminar ao final de 2020, diz diretor da OPAS

Jarbas Vasconcelos, disse em entrevista para a CNN que acredita que a distribuição deve ocorrer entre março e abril de 2021

Da CNN, em São Paulo
20 de outubro de 2020 às 21:31

Apesar de o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ter dito em reunião com governadores que a vacina contra a Covid-19 vai começar a ser aplicada na população em janeiro de 2021, o diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Jarbas Vasconcelos, disse em entrevista à CNN nesta terça-feira (20), que estima o início do processo de vacinação a partir de março ou abril de 2021.

“Temos expectativas de que os ensaios clínicos devem ser concluídos até o final deste ano, e os relatórios para as agências reguladoras devem chegar no final do primeiro trimestre de 2021. Estimativa de que vamos ter disponibilidade de vacinas no mundo a partir de março ou abril.”

Leia também

AstraZeneca pode retomar testes de vacina contra Covid-19 nesta semana nos EUA

Após reunião, Saúde anuncia compra de 46 milhões de doses da Coronavac

Por vacina, Reino Unido infectará intencionalmente jovens com Covid-19

Jarbas Barbosa, diretor-adjunto da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas)
Foto: CNN (20.out.2020)

O diretor da OPAS também falou sobre o Covax, consórcio mundial de vacinas, que busca a distribuição dos medicamentos visando a vacinação em escala global, especialmente para países com dificuldade de compra.

“O mecanismo do Covax tem como objetivo, em um primeir,o momento proteger aqueles que estão em risco. A iniciativa dilui o risco do desenvolvimento de vacinas. Se você fecha com um produtor, e a vacina dele tem eficácia baixa, o que fazer com o investimento feito?”

Apesar da iniciativa, Vasconcelos ressalta que, no Covax, apenas medicamentos aprovados pela Organização Mundial da Saúde serão distribuídos.

(Edição: Sinara Peixoto)