Conexão CNN: Vacina contra Covid-19 pode afetar outros programas de imunização?

Para Leandro Resende, discussão sobre imunizantes contra o novo coronavírus acontece em momento ruim dada a diminuição na adesão a outras vacinas

Da CNN
27 de outubro de 2020 às 10:46

No quadro Conexão CNN desta terça-feira (26), na CNN Rádio, Leandro Resende analisou o efeito das polêmicas sobre as vacinas contra Covid-19 no Programa Nacional de Imunização (PNI), que em 2019 não atingiu a meta mínima de vacinação para nenhuma doença.

“Não há um pior momento para a gente discutir se as vacinas [contra Covid-19] são confiáveis ou não, de uma forma geral, do que esse momento em que a gente não bateu as metas do Programa Nacional de Imunização (PNI)”, disse.

Ele se referia à notícia de que, em 2019, o país pela primeira vez na história não bateu a meta mínima de vacinação – e os dados preliminares referentes ao ano de 2020 mostram um cenário preocupante em meio à pandemia do novo coronavírus.

Assista e leia também:
Pela primeira vez, Brasil não bate meta de vacinação em 2019 e 2020 preocupa
Alas do STF veem precipitação em debate sobre vacina
A uma semana do fim, vacinação contra pólio tem adesão de 29,5% em SP

“O PNI prevê 16 vacinas para crianças de até 1 ano e tem como meta vacinar de 90% a 95% dos bebês. Pela primeira vez na história não conseguimos chegar nesse índice com nenhuma das 16 vacinas do programa”, ressaltou.

Ele deu como exemplo a cobertura vacinal da tríplice viral (contra caxumba, rubéola e sarampo) ficou em 92,6% para primeira dose, e 81,1% na segunda dose, e a da vacina contra poliomielite, que chegou a 98,2% de cobertura em 2015, mas não passou de 83,74% em 2019.

“Em 2021, se a gente não vacinar, além da pandemia do novo coronavírus podemos ter o risco dessas doenças todas”, afirmou.

Resende falou ainda sobre o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a obrigatoriedade da imunização contra o novo coronavírus e citou a possibilidade de uma terceira via.

“O STF não obrigaria a pessoa a tomar vacina, mas sugeriria a criação de restrições. Por exemplo: quem não apresentar carteira de vacinação com a imunização contra Covid-19 não poderia entrar em um aeroporto, fazer deslocamentos internacionais, viagens nacionais”, explicou.

Leandro Resende, Thais Arbex e Iuri Pitta apresentam o Conexão CNN, na CNN Rádio
Foto: CNN Brasil