Brasil registra mais 33 mil casos e 908 mortes por Covid-19

Após falha em sistemas na semana passada, casos represados estão entrando na contagem

Anna Satie, da CNN em São Paulo
12 de novembro de 2020 às 20:01 | Atualizado 12 de novembro de 2020 às 20:10
Pessoas caminham de máscara em rua comercial do Rio de Janeiro durante pandemia da Covid-19
Foto: Lucas Landau/Reuters (8.out.2020)

O Ministério da Saúde registrou nesta quinta-feira (12) mais 33.207 casos e 908 mortes por Covid-19.

Ao todo, o país soma 5.781.582 diagnósticos e 164.281 vítimas da doença causada pelo novo coronavírus.

Nesta quarta (11), a pasta anunciou que os sistemas foram normalizados, após uma semana de falhas técnicas que impediram a atualização da contagem em vários estados. A média nos últimos sete dias ficou por volta de 18 mil casos e 360 mortes diárias.

O aumento significativo é, provavelmente, em decorrência dos casos represados durante esse período.

Leia também:

Covid-19: Mundo registra mais um recorde no número de casos e mortes em 24 horas

O ministério atualizou pela primeira vez desde o dia 4 o número acumulado de casos recuperados e pacientes em acompanhemento. É estimado que 5.256.767 pessoas tenham se curado, enquanto 360.534 ainda têm a doença.

Mais cedo, a secretaria de Segurança Pública de São Paulo divulgou um laudo detalhando a causa da morte do voluntário durante os estudos clínicos da Coronavac. De acordo com o documento, foi uma intoxicação por opioides e álcool

O diretor do Instituto Butantan disse que os testes já foram retomados na quarta (11) e que a paralisação não interferiu no andamento da vacinação