Quero acreditar que seja independente e técnica, diz Dimas Covas sobre Anvisa

Agência reguladora liberou a volta dos testes da Coronavac

Da CNN, em São Paulo
11 de novembro de 2020 às 21:09

 

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou em entrevista à CNN nesta quarta-feira (11) que quer acreditar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) seja independente e técnica. 

A declaração veio após a agência reguladora interromper, nesta segunda-feira (9), os testes clínicos da Coronavac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela chinesa Sinovac e pelo Butantan em São Paulo. Hoje, a Anvisa autorizou a retomada dos testes. 

Assista e leia também:

Gerente-geral da Anvisa diz que órgão já preparou material para enviar ao STF

Acordo define que Butantan custeia Coronavac, mas sem propriedade intelectual

'Barra Torres não é um irresponsável', diz Mourão sobre decisões da Anvisa

"A Anvisa é uma agência de Estado e não de governo. Ela é formada por pessoas que têm estabilidade nas suas funções. É um órgão técnico que está a serviço da vigilância sanitária do país", disse.

"Eu quero acreditar que ela seja independente e técnica".  

Dimas também disse que não gostou da maneira como foi divulgada a paralisação dos testes (por meio dos veículos de comunicação).

"A forma que foi feita, na minha opinião, não foi correta, deveria ter sido marcada uma reunião".

(Edição: Sinara Peixoto)