Anvisa vai à China verificar condições de fábricas de insumos para vacina

Agência vai conferir instalações da Sinovac e da produtora de insumos usados na vacina de Oxford

Anna Satie, da CNN em São Paulo
12 de novembro de 2020 às 21:11 | Atualizado 12 de novembro de 2020 às 21:22

 

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou nesta quinta-feira (12) que irá à China visitar as fábricas que produzem insumos para uma potencial vacina contra Covid-19 e verificar o "cumprimento de boas práticas". 

A agência passará entre os dias 30 de novembro e 4 de dezembro pelas instalações da Sinovac, que fabrica os insumos usados da Coronavac, e pela Wuxi Biologics Co., que produz a matéria-prima para a candidata de Oxford.

Leia também:

Anvisa: Critério para vacina contra Covid-19 não é país de origem, mas qualidade

Acordo define que Butantan custeia Coronavac, mas sem propriedade intelectual

De acordo com o órgão, a certificação das condições das fábricas é indispensável para um eventual registro desses imunizantes no Brasil. 

Como todos os viajantes chegando na China devem cumprir duas semanas de quarentena, os inspetores embarcarão nesta sexta-feira (13). 

(*Com informações de Gabriel Hirabahasi, da CNN em Brasília)