Infectologista cobra dados sobre eficácia da vacina da Pfizer em idosos

Pfizer anunciou nesta quarta (18) a eficácia do imunizante contra o novo coronavírus produzido pela empresa

Da CNN, em São Paulo
18 de novembro de 2020 às 15:29


 

A Pfizer anunciou nesta quarta-feira (18) que a eficácia do imunizante produzido pela empresa contra a Covid-19 é de 95%, além de não ter apresentado problemas de segurança. Renato Kfouri, infectologista e diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), vê o número como animador, mas pondera que faltam informações sobre o comportamento em idosos.

“95% de eficácia é bastante animador, mas precisamos olhar esses dados que foram anunciados, e não publicados. [Mas] não sabemos o comportamento dela [da vacina] em idosos e populações mais vulneráveis”, disse em entrevista à CNN. “Mas são números bastante animadores e muito otimistas”.

Assista e leia também:

Coronavac é segura e induz resposta imune, aponta estudo publicado na Lancet

Butantan espera receber doses prontas da Coronavac nesta semana

A Pfizer comunicou ainda que vai buscar uma autorização da Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, em inglês) para uso emergencial "dentro de alguns dias".

Vacina da Pfizer contra Covid-19 apresentou 95% de eficácia
Foto: Dado Ruvic/Reuters (30.out.2020)


 (Publicado por Leonardo Lellis)