Opas: superlotação do sistema de saúde brasileiro é preocupante

Organização alerta para aumento de casos do novo coronavírus nas Américas

da CNN, em São Paulo
09 de dezembro de 2020 às 22:29


A diretora-geral da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne, fez nesta quarta-feira (9) um alerta importante. As Américas registram o nível mais alto de casos de Covid-19 desde o começo da pandemia. 

Só o Brasil registrou hoje o maior número de casos diários desde 13 de agosto: foram 53.453 em 24 horas.

Assista e leia também: 

Quem já teve Covid-19 precisará tomar vacina?

'Falar de planos hoje é pouco, o que conta é a entrega', diz Nelson Teich

Pazuello: 'Vacinação da Pfizer pode começar em dezembro ou janeiro'

Governadores reagem a plano de vacinação de Pazuello na base do 'ver para crer'

Pessoas caminham de máscara em Curitiba em meio à pandemia de Covid-19
Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo (2.dez.2020)

A organização disse que a superlotação do sistema de saúde no país é preocupante. “O Brasil está, no momento, registrando o maior número de novos casos da América do Sul. Com casos e mortes aumentando, o sistema de saúde do Brasil está sob pressão”, disse Etienne.

“Agora não é a hora de relaxar. É importante que as autoridades de saúde da nossa região trabalhem para garantir medidas claras e ajudar comunidades a se proteger e a seus entes queridos. Novamente, precisamos de esforços coordenados para aumentar a capacidade hospitalar nas áreas mais afetadas, porque quando hospitais não conseguem acomodar todos os que estão doentes, muitos vão morrer enquanto esperam por cuidados."

(Publicado por Sinara Peixoto)