Comitê do Nordeste pede ampliação de restrições para combater avanço da Covid-19

Coordenador fala à CNN sobre medidas solicitadas a governadores

Da CNN, em São Paulo
21 de dezembro de 2020 às 17:54

 

O Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Nordeste pede que o consórcio da região renove e amplie as medidas de restrição no combate à Covid-19. Miguel Nicolelis, coordenador do Comitê, falou à CNN nesta segunda-feira (21) sobre as ações consideradas necessárias para evitar o avanço da doença na região.

"Estamos fazendo um sério alarme a todos os governadores do Nordeste para renovar e ampliar todas as medidas de isolamento social, busca de casos ativa usando grupos de medicina da família, bloqueio sanitário nas rodovias, pois estamos verificando que o aumento de casos e óbitos é grande em todo o país".

Leia também
Mutação do coronavírus fecha fronteiras e acende alerta às vésperas do Natal
Colômbia receberá primeiro lote de 1,7 milhão de vacinas da Pfizer em fevereiro
São Paulo receberá mais 7,5 milhões de doses da Coronavac até o final de 2020

Miguel Nicolelis, coordenador do Comitê científico do Nordeste (21.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

Nicolelis defende uma ação unificada. "Se cada estado ou município atirar em uma direção sem coordenação, não temos como vencer o coronavírus a curto ou médio prazo. É preciso agir de uma maneira nacional, sincronizar as medidas de combate ao coronavírus".

Nicolelis afirma que o país precisa agir também em relação aos estrangeiros que chegam. "O Brasil é um dos poucos países do mundo que não faz controle dos passageiros internacionais que entram no país. Precisamos fazer testagem, exigir certificados de que não estão infectados. Estamos repetindo os mesmos erros da primeira onda, onde o espaço áereo brasileiro ficou aberto sem que houvesse controle de entrada no Brasil".