'Outros países estão sendo mais ágeis que o Brasil', diz Rezende sobre vacinação

Sidney Rezende comenta no Liberdade de Opinião sobre o desempenho do Brasil na preparação para a vacinação contra o novo coronavírus

da CNN, em São Paulo
24 de dezembro de 2020 às 10:55 | Atualizado 24 de dezembro de 2020 às 11:00


No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (24), Sidney Rezende avaliou o planejamento brasileiro para o início da vacinação contra o novo coronavírus. 

“Me preocupa duas coisas: o planejamento, que passa por logística, estrutura interna, mobilização de pessoal, treinamento e capacitação. A outra é a negociação com os laboratórios, e fazê-la da maneira competente, mais bem estruturada, mais correta e profissional”, disse.

Assista e leia também:
Garcia: Vamos esperar que mexicanos e argentinos mostrem resultado da vacina
Novo carregamento da Coronavac chega ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP)
Brasileiros se adaptam para Natal na pandemia; veja como se proteger

 

“O que está me parecendo, não temos todas as informações, que os outros países estão sendo mais ágeis que o Brasil. É muito importante que a gente profissionalize a negociação, e, ao mesmo tempo, capacite o nosso pessoal do plano de vacinação.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

(Publicado por: André Rigue)