Médico tem reação alérgica grave à vacina da Moderna contra Covid-19

Essa é a primeira reação conectada publicamente ao imunizante da Moderna; milhões foram vacinados nos EUA

Reuters
25 de dezembro de 2020 às 23:09 | Atualizado 26 de dezembro de 2020 às 07:30
Vacina contra Covid-19 da Moderna
Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo (15.dez.2020)

Um médico em Boston com alergia a mariscos teve uma reação alérgica grave após receber a vacina contra o novo coronavírus da Moderna na quinta-feira (24), reportou o jornal The New York Times nesta sexta (25), citando o médico. 

Hossein Sadrzadeh, um oncologista geriátrico do Boston Medical Center, disse ter tido uma reação severa quase imediatamente após ser vacinado, com tontura e taquicardia, disse o jornal. 

À CNN, o médico afirmou que tem histórico de alergias.

Leia também:

Pfizer e Moderna testam eficácia de vacinas contra mutação da Covid-19

Principais pontos turísticos fecham cerco para evitar aglomerações no Réveillon

É a primeira reação severa publicamente conectada à vacina da Moderna, que está na sua primeira semana de distribuição nos Estados Unidos

David Kibbe, um porta-voz do Boston Medical Center, disse em comunicado nesta sexta que Sadrzadeh "sentiu estar tendo uma reação alérgica e recebeu autorização para auto-administrar sua injeção de adrenalina pessoal. Ele foi levado ao departamento de Emergências, avaliado, tratado, observado e teve alta. Ele passa bem hoje". 

Um funcionário do FDA, agência reguladora norte-americana, disse na última semana estar investigando cerca de cinco reações alérgicas que aconteceram após a administração da vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech nos Estados Unidos. Mais de um milhão de pessoas já foram vacinadas. 

Destaques do CNN Brasil Business

Boeing 737: Como o avião de maior sucesso do mundo se tornou o mais problemático

Veja quem fez fortuna e entrou para o ranking de bilionários em 2020