Quatro idosos morrem e mais de 40 são diagnosticados com Covid-19 em asilo no RJ

Lucas Janone, da CNN, no Rio de Janeiro
30 de dezembro de 2020 às 12:05 | Atualizado 30 de dezembro de 2020 às 18:44


 

Pelo menos 46 idosos foram diagnosticados com Covid-19, em um surto de contágio registrado em um asilo no município de Cantagalo, na Região Serrana do Rio de Janeiro. Até o momento, quatro pessoas morreram. A informação foi confirmada pela CNN nesta quarta-feira (30). 

De acordo com a administração do local, apenas seis idosos da unidade ainda não foram contaminados pelo novo coronavírus. Eles estão isolados em um imóvel anexo ao asilo.

A CNN apurou que existe um clima de aflição entre os moradores, principalmente por pertencerem ao grupo de risco.

Assista e leia também

Após meses de isolamento, casal sai para cortar cabelo e morre de Covid-19

Reino Unido aprova vacina de Oxford, que será aplicada com intervalo de 3 meses

Os testes para identificar a presença do novo coronavírus começaram a ser feitos no asilo após a morte da primeira idosa, no dia 22 de dezembro. Na mesma semana, mais dois internos morreram vítimas da doença. O último óbito foi nessa nessa terça-feira (29). 

Além dos moradores, seis funcionários do asilo também testaram positivo para Covid-19 e foram afastados. As informações preliminares dão conta que um colaborador assintomático teria transmitido a doença a colegas de trabalho e idosos da unidade. 

Foto: Google Street View

A prefeitura de Cantagalo afirmou estar em constante contato com o asilo. “Desde o início da contaminação, o acompanhamento é diário, inclusive com um médico da rede SUS municipal à disposição do estabelecimento”, declarou.