Paciente do início da pandemia fez diário de isolamento: 'Era assustador'

Ueze Stamatis foi um dos primeiros entrevistados da CNN Brasil na estreia da emissora, em março

Da CNN, em São Paulo
31 de dezembro de 2020 às 10:53

No último dia do ano, a CNN revisitou algumas histórias e relatos de quem teve Covid-19 ou mesmo perdeu algum parente ou amigo para o novo coronavírus. Um dessas histórias é a do empresário Ueze Stamatis.

"Foi horrível. Mas vemos como a informação é importante. Antes, não tínhamos informação nenhuma, era uma coisa muito nova. Era e ainda é muito assustador", relembrou o empresário.

Leia também:

EUA batem recorde de mortes diárias por Covid-19 pelo segundo dia consecutivo
Fiocruz deve pedir uso emergencial da vacina de Oxford na próxima semana
Festas lotam praias do Rio de Janeiro em meio a aumento de mortes por Covid-19

Stamatis disse que ainda segue rigorosamente as medidas para a prevenção da Covid-19, apesar de apresentrar anticorpos para o vírus.

"A minha vida é de máscara, só falo com a minha família e pessoas que frequentam a minha casa que já tiveram Covid. Sempre faço exame para ver se estou com anticorpos e ainda estou", relatou.

Comentando sobre as aglomerações registradas durante o fim de ano, feita principalmente por grupo de jovens, ele aconselhou.

"Quem não teve Covid e tem pessoa idosa em casa, vive com os pais ou pessoas de risco, não faça isso. Você vive no entorno de pessoas que podem ficar em situação precária. A Covid ainda é uma doença desconhecida e não é algo que você deve brincar."

Ueze Stamatis foi um dos primeiros entrevistados da CNN Brasil na estreia da emissora, em março, quando estava com Covid-19
Foto: CNN Brasil

(Publicado por Sinara Peixoto)