Correspondente Médico: Vacina é proteção para atingir imunidade de rebanho

Neurocirurgião Fernando Gomes explica também que, mesmo após as duas doses, cuidados devem ser mantidos para não contaminar outras pessoas

Da CNN, em São Paulo
25 de janeiro de 2021 às 10:55 | Atualizado 25 de janeiro de 2021 às 11:17


No quadro Correspondente Médico desta segunda-feira (25), o neurocirurgião Fernando Gomes explica a importância de se vacinar contra a Covid-19 e que cuidados devem ser tomados mesmo após ser imunizado com as duas doses.

"A vacina não é a cura nem o tratamento, ela fortalece o sistema imunológico para que, quando você tenha contato com o vírus, não tenha a manifestação da doença em sua pior forma. É uma proteção importante que vai nos ajudar a atingir a imunidade de rebanho e conseguir ficar livre dessa pandemia", conta.

"Se uma pessoa vacinada tem contato com alguém que tem o coronavírus, por mais que ela possa produzir anticorpos e se proteger da manifestação da doença, ela pode, de alguma forma, carregar o vírus e transmitir, se tiver um contato mais próximo. A vacina não provoca uma aura em volta da pessoa que o vírus bate e vai embora. Mesmo quem foi vacinado com as duas doses precisa usar máscara, manter o distanciamento social e higienizar as mãos", ensina. 

O neurocirurgião Fernando Gomes participou do quadro Correspondente Médico (25.jan.2021)
Foto: Reprodução/CNN

(Publicado por Maria Carolina Abe)
 

.