Mais de 1.300 cidades correm risco de ficar sem medicamentos para kit intubação

709 municípios correm risco de ficar sem oxigênio para tratar pacientes com Covid-19

Gregory Prudenciano, da CNN, em São Paulo
26 de março de 2021 às 15:32 | Atualizado 26 de março de 2021 às 18:48

Pesquisa feita pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) realizada entre terça (23) e quinta-feira (25) mostra que 1.316 municípios brasileiros correm risco de ficar sem medicamentos que integram o chamado kit intubação. Essas cidades representam 50,4% da amostra, segundo a CNM. 97 cidades, ou 3,7% das cidades consultadas, não responderam. 

Além do risco de faltar medicamentos, 709 dos 2.611 municípios (27,2%) alegaram que podem ficar também sem oxigênio em seus hospitais e centros clínicos voltados para o tratamento de pacientes com Covid-19

São 2.142 os municípios que dizem não ter recebido oxigênio pelos seus respectivos governos estaduais, ou 82,0% das cidades que participaram da pesquisa. Não responderam à pergunta 9,1% dos municípios consultados. 

Medidas de restrição à mobilidade

As medidas mais comumente adotadas pelos municípios para diminuir a circulação de pessoas foram a paralisação das aulas presenciais (2.323 municípios fizeram isso, o equivalente a 89% das cidades consultadas) restrição à mobilidade no período noturno (2.127, ou 81,5% aderiram) e a restrição de atividades aos finais de semana (88,4% adotaram a medida, o equivalente a 2.309 municípios).

UTI Covid-19
Estrutura de hospitais com leitos de UTI e enfermaria para o tratamento da Covid-19
Foto: CNN Brasil

A pesquisa também perguntou aos gestores locais se os municípios estão adotando o fechamento total de atividades não essenciais como medida para conter o espalhamento do novo coronavírus; 983 (37,6%) disseram que adotaram essas restrições, enquanto 1.596, ou 61,1% da amostra, afirmaram que não não aderiram à medida. Foram 32 as cidades que não responderam à questão.

Feriados municipais foram antecipados em só 10,6% (278) das cidades, mostra o levantamento.