Correspondente Médico: É falso que beber água ajuda no combate ao coronavírus

Neurocirurgião Fernando Gomes desmentiu fake news que circula nas redes sociais

Raphael Florêncio, da CNN, em São Paulo
08 de abril de 2021 às 10:16

Na edição desta quinta-feira (8) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes desmentiu uma fake news que circula nas redes sociais. Segundo a informação falsa, beber água ajudaria no combate ao coronavírus, pois, ao molhar a garganta, o vírus seria levado para o estômago e "morto" pelo suco gástrico.

"Assim como o vírus tem mutação, parece que as fake news também. Essa até veio com uma explicação fisiopatológica, algo mais sofisticado. Mas isso não tem sentido porque o vírus tem um tamanho infinitamente pequeno. Quando ele tem contato com uma mucosa tão cheia de rugosidade [como a do sistema respiratório] seria impossível conseguir 'lavá-lo' para retirá-lo [do corpo]", explicou Gomes.

"Não é 'um vírus'. Se tivéssemos uma lente de aumento gigante para verificar o que está acontecendo durante a contaminação, veríamos que a pessoa recebe 'uma nuvem' contendo diversos vírus, isso significa carga viral", completou o médico. "Por exemplo, uma pessoa muito doente quando tosse solta muito vírus, que em contato com a cavidade oral ou nasal de outra pessoa, acontece a transmissão."

"É super importante beber água, mas numa situação que queremos combater infecção, seja viral ou bacteriana, não significa que ela vai tirar o coronavírus da jogada. Se fosse assim, seria fácil [acabar com a pandemia]", explica o médico.

quadro Correspondente Médico
No quadro Correspondente Médico, dr. Fernando Gomes desmentiu fake news que relacionava beber água com eliminação do coronavírus do corpo
Foto: CNN Brasil (8.abr.2021)