Mundo ultrapassa 3 milhões de mortos por Covid-19

De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, EUA, Brasil e México são países com mais vítimas; ao todo, mais de 140 milhões de pessoas já foram infectadas

Martin Goillandeau, da CNN
17 de abril de 2021 às 13:48 | Atualizado 17 de abril de 2021 às 14:04

Mais de 3 milhões de pessoas em todo o mundo morreram de Covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

Até este sábado (17), com 566.224 mortes, os EUA têm o maior número de mortes, seguidos pelo Brasil com 368.749 e pelo México com 211.693.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse na segunda-feira (12) que a pandemia estava em um "ponto crítico" e alertou que o mundo precisava de uma verificação da realidade. 

Após uma breve queda em março, o número de mortes em todo o mundo está subindo novamente, com uma média de aproximadamente 12.000 mortes por dia, aproximando-se do recorde de 14.500 (na média móvel de 7 dias) registrado no final de janeiro.

Países como os EUA e o Reino Unido viram seu número de novas mortes diárias cair desde o final de janeiro devido às campanhas de vacinação, enquanto a Índia e o Brasil enfrentam aumentos sem precedentes.

No Brasil, cerca de 3.000 mortes são notificadas todos os dias, respondendo por quase um quarto das mortes notificadas diariamente no mundo. O país foi o mais atingido no mundo em termos de novas mortes diárias em todo o mundo desde o início de março.

E a pandemia não mostra nenhum sinal de desaceleração, já que a média móvel de 7 dias se aproxima do pico de janeiro – mais de 730.000 novos casos diários foram relatados esta semana.

Familiares choram mortes de vítima de Covid-19 em enterro
Familiares choram em enterro de vítima da Covid-19 no Amazonas; Brasil é 2º país com mais vítimas
Foto: Edmar Barros/Futura Press/Estadão Conteúdo

Com 234.692 novas infecções relatadas neste sábado (17), a Índia tem cerca de três vezes os casos diários dos EUA.

A Índia também registrou 1.341 novas mortes nas últimas 24 horas, o maior número de mortes em um único dia, com exceção de 17 de junho. Naquele dia, um total de 2.003 mortes foram registradas devido a erros administrativos que resultaram em um acúmulo de dados.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, são mais de 140 milhões de casos globais de Covid-19.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)