Mais de 4 mil profissionais de educação são vacinados no RJ neste sábado

Hoje foi o primeiro dia de imunização daqueles que trabalham na educação básica das redes estadual, municipal e unidades federais

Thayana Araujo, da CNN, no Rio de Janeiro
17 de abril de 2021 às 22:51 | Atualizado 17 de abril de 2021 às 22:52
Idosa é vacinada no Rio de Janeiro contra Covid-19
Idosa é vacinada no Rio de Janeiro contra Covid-19
Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Saúde do RJ informou que 4.429 profissionais de educação foram vacinados contra a Covid-19 no primeiro dia destinado ao grupo prioritário. O sábado (17) foi voltado a quem trabalha na educação básica das redes estadual, municipal e unidades federais. Os profissionais em atividade que têm 55 anos ou mais foram os primeiros imunizados. Ainda neste sábado, puderam se vacinar os idosos com 62 anos ou mais, profissionais de saúde a partir de 50 anos, e quem já estava agendado para tomar a segunda dose. 

A próxima vacinação dos profissionais da Educação básica será no dia (24/4). Serão vacinados os profissionais com 50 anos ou mais nos postos de saúde, Clínica da Família e Políclínicas da capital. A  expectativa é de que, até a próxima semana, de 20 a 30 mil funcionários sejam vacinados no RJ. No estado, o calendário destinado aos profissionais da educação não começou, mas na próxima segunda -feira (19) haverá uma reunião às 16h entre os membros do comitê de apoio científico para políticas públicas de enfrentamento à Covid-19 do estado para tratar do tema e propor estratégias de contingenciamento.  

Nomeado recentemente como presidente do comitê, o médico e professor de Infectologia da UFRJ Edimilson Migowski disse que a prefeitura do RJ foi assertiva na decisão de priorizar o grupo da educação. "Lugar de criança é em sala de aula. Muitas crianças nem sempre fazem uso certo da máscara e têm as noções certas de higiene nessa pandemia, então, acaba que esse grupo se expõe diretamente e é importante priorizá-los. Vacinando o grupo da educação é garantir as crianças seguras na escola", disse. Migowski antecipou à CNN que no próximo dia (26) o comitê científico do estado soltará um documento bem robusto assinado pelos membros, incluindo a vacinação dos profissionais da educação.

O vice-presidente na Sociedade Brasileira de Infectologia e integrante do comitê científico da prefeitura do RJ afirmou que a campanha de vacinação ao grupo de profissonas da educação na capital será ampliada no final do mês. "Foi um início de campanha, só para uma pequena população de escolas públicas e pessoas com 55 anos ou mais. Acho que foi muito mais uma sinalização para o público da educação para o retorno às atividades presenciais. A campanha ampliada começa mesmo no dia 26/04", explicou. 

O secretário municipal de Educação Renan Ferreirinha publicou neste sábado, um vídeo nas redes sociais e disse que todos os profissionais de escolas particulares também estão no grupo prioritário de vacinação. "A previsão é de começar a vaciná-los (os profissionais da rede privada) ainda este mês, em abril. O que conseguimos, para este fim de semana e para o próximo, foi antecipar o começo da vacinação para os profissionais de escolas públicas".

Na semana que vem, a programação da prefeitura do Rio alcançará todas as faixas etárias da população idosa na capital. Haverá aplicação da primeira dose em pessoas de 60 e 61 anos entre a próxima segunda-feira e o próximo sábado e na semana seguinte, com início em 26 de abril, serão vacinados os grupos prioritários com menos de 60 anos, o que inclui pessoas com comorbidades ou deficiências permanentes e profissionais da saúde, educação, segurança pública e limpeza urbana que estejam na ativa.