Renan Calheiros: CPI quer dar as respostas que a sociedade cobra

De acordo com o senador, a relatoria dele será isenta e criteriosa

Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo
27 de abril de 2021 às 15:09 | Atualizado 30 de abril de 2021 às 18:16

O relator da CPI da Pandemia no Senado, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (27) que a comissão quer dar as respostas que a sociedade cobra. De acordo com o senador, a relatoria dele será isenta e criteriosa.

“Meu propósito é levar a relatoria com absoluta isenção, de uma maneira criteriosa, uma investigação que sabemos que será árida, mas tenho convicção que vai chegar ao seu final. Esse é o propósito também da comissão. Uma comissão composta por bons quadros do Senado Federal”, disse.

Para Renan, o governo federal politiza a CPI e deu como exemplo a ação popular ajuizada pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP) que visava barrá-lo da relatoria. Ainda segundo o relator, a comissão “vai verificar uma maneira para destravar a vacinação” e “vai investigar quem colaborou para que essa matança avançasse”.

“Nós não vamos condenar por convicção, não vamos fazer Power Point”, ressaltou.

Veja a entrevista exclusiva de Renan à analista Basília Rodrigues:

 

Já o presidente da Comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que a comissão não vai apenas procurar responsáveis e culpados, mas fazer propostas que possam ser colocadas em prática.

“Não basta a gente dar um direcionamento e achar culpados. Achar culpados somente não vai resolver a falta de vacinas, de medicamentos, de UTI e de oxigênio. Precisamos ter noção de tudo aquilo que falhou no planejamento”, afirmou.

Sobre o relatório preparado pela Casa Civil, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da comissão, ressaltou que é uma “contribuição importante do governo” e deverá ser objeto do plano de trabalho do relator.

“Esse roteiro é uma colaboração para as investigações. Talvez seja de bom tom requerer um conjunto de informações na primeira reunião e apontamos os primeiros que devem ser ouvidos: os 4 ministros da saúde e presidente da Anvisa. A partir desses depoimentos talvez seja necessário pedir oficialmente do governo esse roteiro”, disse.

Senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL)
Senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL) detalharam próximos passos da CPI da Covid-19
Foto: CNN Brasil (27.abr.2021)