Rio divulga novo calendário para 2ª dose da Coronavac

Devido à escassez do imuziante, idosos serão priorizados até a chegada de uma nova remessa

Marcela Monteiro e Elis Barreto, da CNN, no Rio de Janeiro
03 de maio de 2021 às 10:39 | Atualizado 03 de maio de 2021 às 10:54
Grávidas com comorbidades já podem ser vacinadas no RJ
Vacinação no Rio de Janeiro (20.abr.2021)
Foto: Reprodução / CNN

O Rio de Janeiro divulgou um novo calendário de aplicação da segunda dose para Coronavac. Segundo a prefeitura do município, a partir desta segunda-feira (3), idosos com 70 anos ou mais já podem comparecer aos postos de vacinação para tomar a segunda dose do imunizante.

O secretário de saúde do município, Daniel Soranz, informou em entrevista à CNN que o calendário para segunda dose irá se adequar conforme a entrega das vacinas do Instituto Butantan.

“Nosso estoque de segurança chegou a ter 320 mil doses. Ele segurou a gente durante três semanas e, atualmente, a gente ainda tem um certo estoque de segurança para manter esse grupo prioritário. A nossa expectativa era receber, mais ou menos, 150 mil doses e a gente recebeu 17 mil. E é por isso que a gente teve que fazer esse pequeno adiamento.”, explica Soranz.

O atraso será de cinco dias para algumas faixas etárias e de até 10 dias para outras. As pessoas que receberam a primeira dose entre os dias 5 e 9 de abril, devem comparecer aos postos 10 dias depois da data marcada inicialmente. Quem se vacinou entre os dias 10 e 17 de abril, teve a segunda dose adiada para o dia 17 de maio. E para os imunizados após o dia 17 de abril, a data para a segunda dose continua a mesmo.

Segundo o secretário esse imprevisto não afeta a efetividade da vacina. Disse ainda que o Instituto Butantan já confirmou novas remessas. “Nesta quinta-feira e nos dias 10 e 14 serão mais 5.7 milhões de doses. Desse montante 4% serão destinados à capital fluminense”.

Sobre a vacina da Pfizer, Soranz afirmou que a cidade do Rio se prepara desde janeiro para receber esses imunizantes. “A vacina deve durar 24h. Consumimos 50 mil doses por dia e é mais ou menos isso que vamos receber”, explica. 

A prefeitura do Rio de Janeiro não vai fazer uma reserva de segurança desses imunizantes da Pfizer porque a segunda rodada já estaria garantida. “ O Ministério da Saúde recomendou que distribua totalmente o primeiro lote porque já tem carregamento confiramdo para fazer a secunda dose na data exata”, afirmou Soranz.

Calendário

  • Segunda-feira (03/05): Idosos com 70 anos ou mais
  • Terça-feira (04/05): Idosos com 67 anos ou mais
  • Sábado (08/05): Idosos com 66 anos
  • Quinta-feira (13/05): Idosos com 65 e 64 anos
  • Segunda-feira (17/05): Idosos com 63, 62 e 61 anos