Insegurança é grande, diz secretário da FNP sobre atraso na chegada de insumos

O secretário-executivo da Frente Nacional de Prefeitos, Gilberto Perre, disse à CNN que os municípios estão seguindo as orientações da Saúde sobre a vacinação

*Produzido por Vinícius Tadeu, da CNN, em São Paulo
14 de maio de 2021 às 17:24

 

Em entrevista à CNN, o secretário-executivo da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Gilberto Perre, afirmou nesta sexta-feira (14) que há uma grande "insegurança" por parte dos municípios a respeito do atraso na chegada dos insumos para a produção de vacinas contra a Covid-19.

"A preocupação é muito grande, mas os prefeitos seguiram rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde", disse Perre.

Com o ritmo lento da imunização, o secretário-executivo da FNP alerta que as medidas de proteção contra a doença, como uso de máscaras e distanciamento social, ainda são muito importantes: "A prevenção em relação ao vírus é fundamental."

Outro ponto abordado por Perre é o calendário de vacinação, que alguns prefeitos, como Eduardo Paes no Rio de Janeiro, têm comentado para articular os eventos das cidades. 

"Seria prudente que o país dispusesse desses cronogramas há mais tempo. Os prefeitos têm cobrado o Ministério da Saúde há vários meses sobre os calendários, pois as pessoas estão ansiosas para saber quando serão vacinadas."

 (*supervisionado por Elis Franco)

Insumos da vacina de Oxford que chegaram ao Brasil (06.fev.2021)
Foto: Reprodução / CNN