Doze estados brasileiros e o DF têm ocupação de leitos de UTI acima de 80%

Dados consideram ocupação de leitos de hospitais públicos e privados do país

Anna Gabriela Costa e Victória Cócolo, da CNN, em São Paulo
18 de maio de 2021 às 19:03 | Atualizado 18 de maio de 2021 às 19:48
Pacientes no hospital da Restinga, no Rio Grande do Sul
Pacientes no hospital da Restinga, no Rio Grande do Sul
Foto: Evandro Leal/Enquadrar/Estadão Conteúdo (19.mar.2021)

Doze estados brasileiros e o Distrito Federal estão com ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) acima de 80%, considerando leitos públicos e privados. Os dados foram apurados pela agência CNN, nesta terça-feira (18), em consolidação com órgãos de saúde estaduais.

Dentre os estados, cinco estão com ocupação de leitos de UTI igual ou superior a 90% no setor público. São os estados de Mato Grosso do Sul (90%), Sergipe (92,06%), Santa Catarina (93,52%), Paraná (95%) e Pernambuco (97%).  

Ainda no setor público, os estados com ocupação de leitos de UTI igual ou superior a 80% são o Rio de Janeiro (83%), Tocantins (85%), Bahia (85%), Rondônia (89,2%) além do Distrito Federal, com ocupação de 85% dos leitos públicos de UTI. 

Já no setor privado, quatro estados e o Distrito Federal apontam ocupação de internações em UTI acima de 80%: Rio Grande do Sul (86,40%), Mato Grosso do Sul (87%), Pernambuco (89%), Sergipe (95,04%) e o Distrito Federal (91,73%). 

Os estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte divulgaram dados unificados entre os leitos dos hospitais públicos e privados. Desta forma, Ceará informou ter 89,88% de ocupação de leitos de UTI, o Piauí 90,07% e o Rio Grande do Norte 90,84% de ocupação. Os dados foram verificados até a tarde desta terça-feira.