Últimas da Covid-19: Brasil vai a 61º no ranking da vacinação e tem 2.513 mortes

As notícias mais importantes sobre a pandemia desta terça-feira (18/5)

da CNN, em São Paulo
18 de maio de 2021 às 20:36
Vacinação contra Covid-19 na quadra do Cacique de Ramos, no Rio de Janeiro
Vacinação contra Covid-19 na quadra do Cacique de Ramos, no Rio de Janeiro
Foto: Alexandre Silva/Fotoarena/Estadão Conteúdo (9.abr.2021)

Nesta terça-feira (18), o Brasil subiu uma posição e é o 61º no ranking global de aplicação de doses da vacina contra Covid-19 na relação a cada 100 habitantes. Com 2.513 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o país se aproxima de 440 mil vítimas pela doença. A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está acima de 80% em 12 estados e no Distrito Federal. Saiba mais:

Doze estados brasileiros e o DF têm ocupação de leitos de UTI acima de 80%

Doze estados brasileiros e o Distrito Federal estão com ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) acima de 80%, considerando leitos públicos e privados. Os dados foram apurados pela agência CNN, nesta terça-feira (18), em consolidação com órgãos de saúde estaduais. Leia mais.

Governo chinês reduz quantitativo de insumos para a produção da Coronavac

Um dia após o anúncio da liberação de 4 mil litros de matéria-prima para retomar a produção da Coronavac, o Ministério da Saúde foi informado de que haverá redução no lote previsto para chegar ao país no próximo dia 26. A quantidade confirmada pelos chineses é de apenas 3 mil litros de IFA, mil a menos do que o anunciado ontem (17) pelo Instituto Butantan e pelo governo de São Paulo. Leia mais.

Estudo aponta que receber vacina da Pfizer após dose da AstraZeneca é seguro e eficaz

O estudo conduzido pelo Instituto de Saúde Carlos III, da Espanha, descobriu que a resposta imunológica em pessoas que receberam uma dose da vacina da Pfizer foi entre 30 e 40 vezes maior do que em um grupo de controle que recebeu apenas a dose de AstraZeneca. Leia mais.

Cientistas avaliam como tardio projeto do governo de testagem em massa para Covid-19

Pesquisa anunciada pelo Ministério da Saúde pretende mapear a prevalência da Covid-19 no Brasil de junho a setembro deste ano. Segundo especialistas, a iniciativa é "tardia" e "não fará diferença agora". Leia mais.

Covid-19: Brasil testa 15 vezes menos que EUA e 12,5 vezes menos que Reino Unido

Entre os dias 2 e 8 de maio o Brasil realizou 496.305 testes RT-PCR para a detecção de casos do novo coronavírus, de acordo com o 62º Boletim Epidemiológico Especial do Coronavírus do Ministério da Saúde. Neste mesmo período, o país registrou 419.904 novos casos confirmados da doença, o que significa que, a cada caso confirmado, foi realizado 1,2 teste no país. O número é consideralvemente menor do que a quantidade de testes realizados por países que estão vendo o fim da pandemia, como os Estados Unidos e o Reino Unido. Leia mais.

Painel da Vacina: Brasil é 61º no ranking global e segue em 4º no total de doses

O Brasil subiu uma posição e é o 61º no ranking global de aplicação de doses da vacina contra a Covid-19 nesta terça-feira (18), na relação a cada 100 habitantes. O país, que iniciou a vacinação há quatro meses, já esteve na 56ª posição desse ranking e, nesta segunda-feira (17), ocupava a 62ª posição. Leia mais.

Brasil registra 2.513 mortes em 24 h e se aproxima das 440 mil vítimas da Covid-19

Um total de 2.513 pessoas morreram e 75.445 foram contaminadas com o novo coronavírus nas últimas 24 horas no Brasil, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) nesta terça-feira (18). Leia mais.

Postos de vacinação do Rio são orientados a priorizar vacina da Pfizer

Os postos de vacinação da cidade do Rio de Janeiro darão preferência à aplicação do imunizante da Pfizer. A informação foi confirmada nesta terça-feira (18), pela Secretaria Municipal de Saúde. O motivo é o prazo de validade da vacina, que é menor do que o das farmacêuticas anglo-sueca AstraZeneca e chinesa Sinovac. Leia mais.

Saúde inicia distribuição de mais 6,4 milhões de doses de vacinas nesta terça

O Ministério da Saúde anunciou que, a partir da madrugada desta terça-feira (18), começará a distribuir aos estados novas remessas de 6,4 milhões de vacinas contra a Covid-19 produzidas pela Pfizer, pela Fiocruz e pelo Instituto Butantan. Leia mais.