Ceará monitora caso suspeito de infecção por variante originária da Índia

Indiano de 35 anos chegou a Fortaleza em 9 de maio e testou positivo para a doença no dia 17; Fiocruz analisa vírus

Nohlan Hubertus, da CNN, em Brasília
21 de maio de 2021 às 22:02

A Secretaria de Saúde do Ceará está monitorando um caso suspeito de infecção pela variante do coronavírus originária da Índia. O paciente, identificado como um homem indiano de 35 anos, chegou ao estado de avião em 9 de maio. No dia 17, ele testou positivo para Covid-19.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) notificou o governo do Ceará sobre o resultado positivo para a doença no mesmo dia. O homem é funcionário marítimo e iria embarcar num navio, mas foi impedido pela Anvisa. Ele segue isolado.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) está fazendo a análise do material genético coletado do vírus no homem para saber se ele contraiu a cepa originária da Índia ou outra variante do coronavírus.

O Maranhão anunciou, na quinta-feira (20), os primeiros casos de infecção pela variante identificada pela primeira vez na Índia. O governador do estado, Flávio Dino (PCdoB), afirma que adotou um conjunto de esforços para conter a disseminação da nova cepa no Maranhão.

A cepa foi identificada a bordo de um navio chinês que tem seis tripulantes infectados. Um deles foi internado em hospital particular do estado.

Monitoramento da cepa indiana no Brasil (21 de maio de 2021)
Foto: Reprodução / CNN