RJ: Secretaria de Saúde distribui doses da Pfizer para vacinação de grávidas

Pelo menos três municípios interromperam a imunização do grupo por falta de doses

Elis Barreto e Iuri Corsini, da CNN, no Rio de Janeiro
10 de junho de 2021 às 14:22
Em alguns estados, metade das grávidas morre sem acesso à UTI
Foto: Divulgação / Pixabay

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro vai distribuir nesta sexta-feira (11) mais 211 mil doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 para 30 municípios do estado, com isso a vacinação de grávidas e puérperas poderá ser retomada nos municípios onde houve interrupção, incluindo a capital.

A SES também irá enviar mais 183 mil doses da AstraZeneca, mas para todos os 92 municípios. 
No dia 11 de maio, o Ministério suspendeu temporariamente a aplicação da vacina da AstraZeneca/Oxford para gestantes, por recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

Para as grávidas e puérperas que tomaram a primeira dose da vacina de Oxford, o Ministério da Saúde (MS) emitiu uma nota recomendando que todas elas, incluindo as que não apresentam fatores de risco adicionais, aguardem o fim da gestação e do período puerpério (até 45 dias pós-parto) para completar o esquema vacinal com o mesmo imunizante.

A suspensão temporária foi recomendada após a morte de uma mulher que estava grávida de 35 semanas no Rio de Janeiro. De acordo com as autoridades da saúde, ela teve uma trombose e não resistiu. O caso ainda está sendo investigado pelo Ministério da Saúde para saber se realmente há relação a aplicação da vacina e a morte da gestante. 

O MS já divulgou a previsão das próximas remessas de doses da Pfizer e CoronaVac que serão distribuídas para os estados brasileiros. Também nesta sexta-feira (11), está prevista a entrega de 600 mil doses vindas do Butantan (CoronaVac). No dia 13, próximo domingo, a previsão é de que sejam distribuídas mais 2.400.840 doses da Pfizer. Até o final do mês de junho, sem contar as doses já mencionadas, serão distribuídas 4.4 milhões de vacinas da CoronaVac e mais 4.8 milhões de doses da Pfizer.